Notícias

XLG Super Cup: Entrevista com Aoshi, top laner da Operation Kino

Por: Jairo Foxer Junior - Gamehall - 11/11/2016 12:39:41
XLG Super Cup: Entrevista com Aoshi, top laner da Operation Kino

Buscando trazer sempre mais conteúdos exclusivos a quem nos acompanha, a XLG irá dar início nesta sexta-feira (11) a uma série de entrevistas sobre nosso campeonato de League of Legends, a XLG Super Cup. Pelo menos um atleta de cada equipe irá bater um papo conosco nos contando um pouco mais sobre seu time, expectativas para o torneio, entre outras coisas.

Para estrear todas estas conversas nosso primeiro convidado será o top laner da Operation Kino, Franklin "Aoshi" Coutinho, que concedeu sua primeira entrevista oficial como jogador da OPK. Durante nosso diálogo abordamos alguns assuntos interessantes que envolveram desde o dia em que ele recebeu a proposta da sua nova casa, até expectativas para a XLG Super Cup e CBLoL do ano que vem.

Sem mais delongas, confira a entrevista a seguir

XLG: Apesar do intuito desta entrevista ser abordar assuntos sobre a XLG Super Cup, vamos voltar um pouco no tempo e falar sobre sua entrada na Operation Kino. Como aconteceu todo este processo e o que mais lhe chamou a atenção para que houvesse esta troca de equipe?

Aoshi: Eu estava ocupando o posto de reserva na CNB e por não achar que a situação era favorável resolvi ter uma conversa com a diretoria sobre tentar ir para algum time, dentre variadas propostas, acabamos escolhendo a OPK.  A decisão de vir para cá foi tanto por recomendação da própria CNB, quanto por ser um time de CbLoL.

XLG: Apesar da nova lineup da OPK não contar com nenhum jogador já consagrado no cenário, todos eles são conhecidos para quem acompanha o competitivo nacional. Partindo do princípio que você provavelmente também já os conhecia, qual foi sua primeira impressão da sua nova equipe?

Aoshi: Por conta de eu ser um cara mais reservado, eu não tinha muita ideia de como eles seriam e minha primeira impressão foi que eles são pessoas bem tranquilas e fáceis de se trabalhar.

XLG: Ainda falando sobre a nova lineup da Operation Kino e sabendo que você já teve um mínimo de tempo possível para conhecer cada companheiro de time melhor, como está a convivência na casa e quais são as expectativas para esta lineup na XLG Super Cup e para o CBLoL do ano que vem?

Aoshi: A convivência é tranquila e acho que não tem nenhuma barreira de vivência entre o time. Em relação as expectativas, para ambos, sempre é vencer.

XLG: O Grupo B ainda não teve muitas chances de se mostrar, mas os primeiros jogos já aconteceram. Você e sua equipe por exemplo estrearam contra a Sob Nova Direção e acabaram ficando no empate. Qual sua avaliação sobre aquele confronto e o que aconteceu de tão diferente entre as duas partidas para vocês dominarem por completo na primeira, mas na segunda "deixarem" a SND impor seu jogo?

Aoshi: O problema da segunda partida se deve ao pouco tempo de treino do time e alguns problemas de comunicação que ocorreram principalmente no final do jogo, que é o nosso principal foco para evoluir em equipe.

XLG: Falando do Grupo B de um modo geral, quais equipes e jogadores você acha que serão uma maior ameaça para a Operation Kino e por quê?

Aoshi: Creio que todas as equipes são consideradas ameaça e também não podemos menosprezar nenhuma equipe.

XLG: Apesar de estarem no Circuito Desafiante, a Ilha da Macacada montou uma lineup bem forte para a XLG Super Cup, digna de CBLoL e por conta disso e desta pausa na competição, acredito que vocês devem estar treinando um bocado para este confronto. Nos conte um pouco mais sobre como está sendo esta preparação, como vão os treinos e de que forma está sendo a rotina na gaming house da OPK.

Aoshi: Como disse anteriormente, estamos focando em entrosamento e comunicação em equipe. Já a rotina, consiste basicamente de dois a três blocos de treino por dia de segunda a sexta-feira e meditação para auxiliar no foco e controle emocional.

XLG: Entrando em um assunto mais light, o que você está achando da XLG Super Cup em si e o quão importante é ter campeonatos deste tipo após o término da temporada para a maioria das equipes?

Aoshi:  Estou achando muito bom pela estrutura que o campeonato tem apresentado e acho muito importante porque só uma equipe têm acesso aos torneios internacionais, enquanto as outras ficam paradas durante este tempo.

XLG: Aoshi, muito obrigado pelo seu tempo cedido a mim e a XLG. Sabemos o quanto a rotina de um atleta de e-sports é dura e por isso nós valorizamos e muito todos os jogadores que se disponibilizam a nos atender em suas pausas. Vou deixar este último espaço livre para você deixar o recado que quiser a quem quiser, fique a vontade!

Aoshi: Gostaria de agradecer todo mundo que me apoia mesmo eu nao sendo muito ativo nas redes sociais e não tendo tanta proximidade com a comunidade. Também queria agradecer a  XLG, pela oportunidade da entrevista.

Além do próprio Aoshi, fica aqui nosso profundo agradecimento a assessora da OPK, que como de costume está disposta a nos atender e ajudar quase que 24 horas por dia, sempre de bom humor!