Notícias

A opinião dos especialistas sobre o sistema de 10 banimentos no LoL

Por: Luis River Mello - GameHall - 09/01/2017 03:04:19
A opinião dos especialistas sobre o sistema de 10 banimentos no LoL

Novo formato de escolhas e banimentos deixará o jogo muito mais complexo, valorizando a comissão técnica! (Imagem | Riot)

Uma das mudanças mais marcantes já anunciadas em uma pré-temporada, o novo sistema de escolhas e banimentos do League of Legends promete revolucionar o jogo. Cada time poderá retirar dois campeões a mais, um total de cinco banimentos por equipe. Em um primeiro momento, tal sistema estará presente apenas nos cenários profissionais e semi-profissionais, em todas as ligas oficiais da Riot Games. A mudança deverá chegar aos jogadores casuais do jogo em um momento mais tardio, ainda não anunciado.

Para entendermos melhor como esta mudança irá afetar o cenário competitivo, conversamos com quem realmente entende do assunto e estará diretamente envolvido com ele. Com a palavra, alguns dos melhores técnicos e analistas do cenário brasileiro de League of Legends:

Gabriel "Von" Barbosa, técnico do ProGaming e-Sports

A primeira fase de escolhas e banimentos, quem conseguir garante os as escolhas muito fortes naquele patch ou alternativas, (que que encaixam em praticamente qualquer situação no meta atual ou alguma preferência entre escolhas para tirar da zona de conforto do outro time). Já na segunda fase, teremos escolhas situacionais e/ou definidoras de composição, ou ainda pocket picks, principalmente pelo lado azul por ele ter uma escolha dupla na segunda parte. Por terem cinco banimentos de cada lado agora, os pocket picks vão aparecendo cada vez mais, pois o "meta chato" de alguma lane pode ser totalmente destruído nas escolhas e banimentos, então pode não ter uma situação de um jogador jogar com 3 campeões o campeonato inteiro... só se essa prioridade vier na primeira fase de escolhas e banimentos e/ou o outro time resolver não banir.

________________

Fizemos também duas perguntas fixas a alguns técnicos e analistas, pois como a mudança é bastante impactante e também bastante recente, é interessante que muitos profissionais diferentes sejam expostos à mesma pergunta, pois as respostas não necessariamente serão as mesmas, e disso podemos aprender consideravelmente. As perguntas foram:

 

  1. Qual o impacto de se ter 2 banimentos a mais pra cada lado?
  2. Acredita que a ordem definida pela Riot, com duas fases de escolhas e banimentos, pode quebrar a rigidez do meta?

As respostas foram muito interessantes. Confira o que cada profissional falou sobre cada pergunta:

Pergunta 1: Qual o impacto de se ter 2 banimentos a mais pra cada lado?


Lorenzo Jung, técnico estratégico do Keyd Stars
  1. O impacto do novo Draft não é causado somente pela adição dos banimentos mas sim por causa do período em que os mesmos tomam efeito. Tendo uma fase de banimento após a escolha de 3/5 da composição permite que você escolha um campeão no final da primeira fase de escolhas para, em seguida, protegê-lo.
Thiago "Djokovic" Maia, técnico-chefe do Keyd Stars
  1. Dois banimentos (a mais) forçam os times a pensarem duas vezes mas prioridades e treinamentos. Os leques de campeões de cada jogador devem ser expandidos para lidar com essa nova realidade.
Hugo "Galfi" Garcia, técnico do CNB e-Sports Club
  1. Força uma diversidade maior na pool de todos os jogadores, o que pra mim é algo positivo.
Alexander "Abaxial" Haibel, ex-técnico do INTZ e-Sports
  1. A secunda fase de banimentos é geralmente controlada pelo time vermelho, que irá usar sua terceira escolha para se comprometer a um determinado campeão ou estilo de jogo para então banir dois counters.
João Pedro "Dionrray" Barbosa, técnico do Operation Kino
  1. Creio que dois banimentos a mais para cado lado vão aumentar a importância das preparações dos times para cada confronto nos campeonatos profissionais. As equipes terão duas opções, ou optam por alvejar jogadores específicos ou determinadas estratégias nos momentos do bans, aumentando a complexidade das escolhas e banimentos e, consequentemente, a importância de uma boa preparação para as partidas.
Erick "Cynical" Cardoso, técnico e diretor de e-Sports do Remo Brave
  1. O fato de ter mais dois banimentos no meio do draft dará um pouco mais de diversidade ao jogo, mas a primeira fase de escolhas e banimentos será bem parecida com a antiga.

Pergunta 2: Acredita que a ordem definida pela Riot, com duas fases de bans, pode quebrar a rigidez do meta?


Confira de qual ordem estamos falando, de acordo com a imagem abaixo:

Lorenzo Jung:

2. Penso que existam duas possibilidades do novo formato “quebrar o meta”: a primeira gira em torno da quantidade de banimentos, que pode forçar algumas posições a escolherem campeões não tão favoráveis e até mesmo menos treinados, a outra se baseia na ideia de proteger uma escolha, citada no outro item.

Djokovic:

2. O destaque desse novo formato de escolha e banimentos fica em suas duas fases: isso vai tornar muito mais difícil banir apenas um jogador. As equipes terão que pensar mais nas funções de cada campeão do que em escolhas específicas, o que é porta de entrada para escolhas fora do meta (e muito interessantes!).

Galfi:

2. Sim, é uma consequência da adição de banimentos, com certeza o meta vai ser mais criativo e um pouco menos rígido, mas semper existirão os campões "staple"* do meta, que são realmente os melhores pra se jogar. *Staple: em tradução literal, grampo (de grampeador). Neste caso, trata-se de um campeão fixo no meta.

Abaxial:

2. Os campeões atualmente OP ainda tenderão a passar pela fase inicial de três banimentos, e devem ser first picks ou trocados. Você verá novas escolhas, mas algumas coisas continuarão as mesmas até que a Riot decida fazer algumas mudanças de balanceamento.

Dionrray

2. Não necessariamente. A primeira fase de banimentos será igual, possibilitando qualquer uma das duas equipes a escolherem os campeões mais fortes do momento. Caso uma mesma rota seja alvejada em todos os banimentos, ainda restarão campeões específicos que se sobressaiam aos que restaram, mesmo que estejam abaixo dos que foram banidos, não aumentando, assim, a diversidade do meta. No entanto, esse sistema permite uma aparição maior de "pocket picks", campeões não muito convencionais e que são dominados pelo jogador, embora isso não resulte em uma maior diversidade estratégica geral.

Cynical:

2. Acredito que não, o meta é definido com as três primeiras escolhas, e isso segue inalterado, os últimos dois picks vão compor essa composição, a única diferença é que podem ser campeões diferentes.