Notícias

Gwent Pro Cup - Resumo e classificados para as semifinais de maio

Por: Rodrigo Flausino - GameHall - 12/05/2018 10:59:59
Gwent Pro Cup - Resumo e classificados para as semifinais de maio

Neste sábado foi realizado a nova etapa da Gwent Pro Cup, com as quartas de final de maio! Após as oitavas de final, agora os confrontos começaram a esquentar pra valer, com

Saiba mai como foram as partidas após o chaveamento de confrontos:

Chaveamento Quartas

Lampiaum vs Smoggy

Lampiaum vs Smoggy

Para o primeiro confronto da série, Skellige de Lampiaum contra Nilfgaard (Jan Calveit). O primeiro round dependeu de uma Cerveja de Mahakam de Smoggy, que ficou ideal para um uso do Igni de Lampiaum. O RNG foi favorável pro pro player da OPK, fritando 30 pontos e garantindo o primeiro round:

Para o round seguinte Lampiaum tenta uma estratégia mais agressiva para eliminar cards de alto valor (forçando o uso do Jan de Smoggy) e com uma boa jogada de filtragem de deck o Smoggy forçou o passe do adversário. No round final, o Bruxo Víbora de Smoggy detona a estratégia de barcos de Lampiaum e isso ajuda ele a ficar na frente em pontuação, garantindo a primeira partida. Smoggy 1x0 Lampiaum.

Na partida seguinte, mirror match de Skellige. Aqui o nó na cabeça ficou pro Smoggy com o Uldaryk, que acabou tendo de escolher entre a Coral e o Geralt: Igni. 2 cartas potentes, uma na não e uma no cemitério, ele acabou ido com a Coral. A mecânica de barcos ia a todo vapor para os 2 jogadores, ficando mais favorável pro Lampiaum, chegando a ficar com mais de 20 pontos de diferença.A Coral de Smoggy desaceu rasgando e ajudando a empatar as coisas: um barco afundado (literalmente):

O empate na rodada veio com o Dandelion, ficando na frente na última rodada por pouco!

Na partida decisiva, o Skellige de Smoggy contra um de Scoiatel de Lampiaum. O segundo round foi bem extenso, mesmo com um Perigo de Névoa minando as unidades de Smoggy. Com um ótimo Saqueador Berserker, Smoggy escapa de um Igni potente ao usar ele em outra linha, reduzindo a eficácia da magia do bruxeiro.

No round final, mulligan excepcional de Lampiaum, com Triss Telecinese, batalhão de elfos e Ciri Nova. O confronto é finalizado a favor de Lampiaum, por 44 a 32. Na análise de Korvach, com o uso da Saskia durante o jogo, o filtro de Lampiaum acabou ajudando, pois pode ser que ele não teria ganhado a partida e a série.

Morosa vs NocivoShomon

Na primeira partida, Nilfgaard Jan Calveit contra Monstros. Nocivo opta por tentar a estratégia de tentar popular Nekkers Guerreiros, aliado a um carry over de Barbegazi, enquanto que MoRosa saiu na frente com uma boa jogada com Triss Telecinese, ganhando muitos pontos na rodada.

Na rodada seguinte, a estratégia dos Nekkers ainda não estava tão eficaz (em termos) e a Rainha Aracna veio potente, com 34 pontos. Mas com um Ritual veio 2 Nekkers e isso forçou o passe de Morosa, por conta do Cahir não ter ganhado eficácia o momento final da rodada.

Para a rodada decisiva, Nocivo ganha a primeira partida com mais Nekkers e o Cahir do MoRosa não foi tão eficaz.

Na partida seguinte um deck bem ousado de Nocivo, com o Folga de Lojo! Sem cartas repetidas, a imprevisibilidade estava lançada: como o Korvach comentou na transmissão, você perde em consistência, mas ganha em versatilidade, pois dificilmente o oponente conseguiria deduzir a mão do jogador. No segundo round, uma cerveja de Mahakam de Morosa acabou sendo favorável ao adversário, por conta de Nocivo ter usado o Schirru, gerando um bom Incinerar e eliminando uma unidade de 17 pontos.

Mas no round final tivemos o uso do Lojo: usando o Caçador direto no Hattori, ele adicionou +5 e usou a carta novamente, adicionando mais 1 opção extra na partida. Ele opta pelo Toruviel mas nem teve a chance de usar: após a Aglais MoRosa desistiu de continuar, e com isso Nocivo vai direto pra semifinal do torneio!

TheBoemio vs Vonschwarz

TheBoemio vs Von

Mirror match de Jan Calveit, com filtragens iniciais e espiões pros 2 lados. Enquanto que a rodada estava caminhando com algum equilíbrio, uma Mandrágora bane o líder de Vonschwarz, eliminando um potencial uso do Cahir em um momento posterior da partida.

Isso fez com que a situação complicasse bastante e pode ter feito a diferença na partida. TheBoemio ganhou a partida com uma pequena margem de diferença, mesmo tomando um Vilgefortz no meio da testa:

Na segunda partida da série, TheBoemio com Scoiatel, enquanto que VonSchwarz estava novamente com Jan Calveit. O Cahir bufado de Von ajudou na partida, trazendo outro Jan Calveit e mais unidades. Já na terceira partida um Reinos do Norte cheio de domadores de urso (de Von) contra o Scoiatel de TheBoemio, Boemio parte para uma decisão ousada de usar um Espadachim, indo para o top deck, enquanto que Von estava com uma Triss Telecinese, e a carta fez diferença no final: 

No confronto familiar Vonschwarz vence TheBoemio e passa para a semifinal!

Dunkister vs João

Dunkister vs Joao

Para a última série do dia, Dunkister começa com Reinos do Norte, enfrentando um Nilfgaard com Emir! O uso da Ciri Falsa gerou uma situação complicada para Dukister, que poderia virar de lado em um eventual passe. Em um determinado momento, a carta chegou a 13 pontos de unidade e o Incinerar poderia resolver a situação, eliminando ela, a Cantarella e um Taller no lado adversário, mas optou por continuar.

Para resolver a Ciri Falsa Dunkister usou uma unidade na mesma fileira e depois de alguns turnos ele elimina a carta, iniciando o buff do Barão Sanguinário, garantindo uma unidade de +18 pontos.

No round final eles estavam muito bem com cartas douradas na mão, mas o Barão entrou e saiu rapidamente por conta de um Vilgefortz. Dunkister garantiu a partida no decorrer do round sem muitos problemas, com Aríetes e Torres de Cerco. Um final de round normal, por assim dizer.

Na segunda partida, Nilfgaard Jan Calveit (Dunkister) contra Skellige de João. Dunkister força João a usar uma carta extra para a segunda rodada, e na rodada seguinte o Sangue Preto garantiu uma Lua de Sangue e tivemos um contra-ataque de pontuação. De um lado João chega a usar HYM e garante muitos pontos, do outro Dunkister recupera com Domador. Posteriormente ele consegue se livrar de uma Cantarella, garantindo um Vilgefoortz na mão, usado prontamente numa unidade e trazendo um Bruxo da Víbora.

A partida foi pro top deck, com Triss Telecinese. Sem uma boa opção na mão, João acaba desistindo e com isso Dunkister avança para as semifinais.

Veja abaixo como que ficou o chaveamento para a próxima etapa:

Chaveamento Semifinais

Gwent Open no próximo final de semana

Para o próximo final de semana teremos outra GWENT Open, torneio internacional da CD Projekt RED, e por isso a próxima etapa da pro Cup será em 26 de maio! As partidas são transmitidas no canal da XLG na Twitch e no Facebook do Gwent Brasil. Fique ligado também nas redes sociais do Gwent (Facebook e Twitter) e da XLG (Facebook e Twitter)