Notícias

Cauê Moura comenta sobre função de host na ESL One Belo Horizonte

Por: Jairo Foxer Junior - Gamehall - 13/06/2018 09:13:44
Cauê Moura comenta sobre função de host na ESL One Belo Horizonte

Na última terça-feira (12), a ESL revelou os profissionais que fariam parte da transmissão do seu próximo grande evento de Counter Strike:Global Offensive, a ESL One Belo Horizonte. Entre os nomes anunciados, um chamou muita atenção dos fãs brasileiros: o de Cauê Moura, dono do canal "Desce a Letra" no Youtube.

É claro, o youtuber ainda não possui identificação com a comunidade de CS:GO. Tão pouco seu canal fala sobre o FPS da Valve ou outros games em geral. Sendo assim, o espanto dos fãs é perfeitamente compreensível. Por isso, nós da XLG UOL fomos até o próprio Cauê Moura, para apresentá-lo melhor ao público nas questões sobre o Counter-Strike, saber que tipo de envolvimento ele tem com o jogo e mais.

Por mais clichê que pareça a frase, nós realmente começamos pelo começo de tudo, quando o youtuber ainda era apenas um menino no interior de São Paulo, no começo dos anos 2000. Cauê nos contou que, naquela época, ele chegou até a jogar pelo time da lan house do bairro dele, disputando alguns campeonatos. Porém, atualmente, ele é muito mais um espectador e fã da SK Gaming do que um jogador.

"Counter-Strike foi o primeiro FPS da minha vida. Comecei a jogar na versão 1.3, durante a febre das lan houses, em 2001. Mouse de bolinha, monitor de tubo. Fazia parte do clan patrocinado pela lan do bairro e disputei alguns campeonatinhos pelo interior de SP. A galera se reunia pra assistir às demos do g3x e tentava copiar. Fiquei alguns anos nessa, mas quando o CS:GO chegou eu já tinha parado. Devo ter só umas 50 horas [jogadas de CS:GO] na Steam, porque o pessoal do meu QG se reunia pra jogar deathmatch. Por isso, não tenho nem patente. Mas a galera que me segue no Twitter sabe que estou sempre acompanhando os jogos da SK. Já cheguei a programar o despertador pra me acordar na madruga, só pra assistir os brasileiros.", contou Cauê Moura.

Avançando um pouco nesta história, falamos sobre o momento em que a proposta chegou até ele e como foi a sua reação. O youtuber que desce a letra na internet se mostrou surpreso ao saber que era um grande campeonato da ESL e não titubeou em aceitar a função.

"Meu agente perguntou se eu tinha interesse em ser o Bruce Buffer de um evento de games, hahahah. Na hora pensei 'imagina se fosse algo do tamanho da ESL?'. Era. Aceitei na hora, claro. Pode parecer demagogia, mas sempre fantasiei em ser announcer. Nunca fui, mas tenho experiência em falar com o público, já apresentei eventos e me sinto à vontade pra essa função. Além do mais, a proposta da ESL era aproveitar a torcida insana do Brasil pra trazer uma proposta diferente pro cargo. Sobrou pra mim :)", disse Cauê.

Outra grande dúvida que identificamos nas redes sociais era quanto a função de Cauê Moura dentro da ESL One Belo Horizonte, no Mineirinho, entre os dias 15 e 17 deste mês. Muitos não compreenderam o que exatamente o Youtuber irá fazer. Por isso, pedimos para que ele mesmo comentasse um pouco sobre isso.

"Eu vou introduzir as partidas e pegar o feedback dos jogadores no palco. Pra tranquilizar quem não gosta de mim, essa função não dura nem 5 minutos. Eu também não pretendo gritar (muito) ou destruir coisas. Sou só o host. A parte mais treta é que, diferente da equipe brasileira narrando, eu estarei na stream gringa também. Vou precisar gastar o Fisk, mas tudo bem.", explicou de forma bem humorada.

Quanto as suas considerações finais do que ele espera para o evento, é claro que o hoster espera um título brasileiro, mas o que ele quer mesmo é ver um CS:GO de alto nível, além da grande estrutura que a ESL entrega em todos os seus eventos. Além disso, ainda com seu constante bom humor, Cauê Moura também brincou com o fato dele ter virado o "tiozão da excursão".

"Claro que a minha torcida é pelos brasileiros. Mas o importante é que o Mineirinho pegue fogo com CS:GO de alto nível. Por ser a ESL One, a gente já sabe que infraestrutura e organização estão garantidas. Tomara que seja uma festa fod*.", falou Cauê.

"Counter-Strike é esporte nacional e quem discorda é hater. Abraço pra molecada que vai torcer. É doido imaginar que eu estava dando uns headshots na Dust 2 antes de muitos terem nascido. Virei o tio da excursão, 'PQP'. Vamo que vamo!", finalizou o youtuber.

A ESL One Belo Horizonte teve seu dia de estreia nesta quarta-feira (13), com SK Gaming e Não Tem Como perdendo seus primeiros jogos. No entanto, no final do dia, a SKG conseguiu se recuperar parcialmente e carimbou sua ida ao Mineirinho na sexta-feira (15). A NTC por outro lado, joga nesta quinta-feira (14), buscando o mesmo objetivo. Para saber como foram as séries que envolveram as equipes brasileiras, basta acessar o nosso site e conferir nossas coberturas!